Total de visualizações de página

RÁDIO COMUNITÁRIA MAIRI FM 104,9

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Brasileiros descobrem técnica para deter mal de Alzheimer e pontuam falta de recursos



Brasileiros descobrem técnica para deter mal de Alzheimer e pontuam falta de recursos
Cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriram um caminho para diagnóstico e tratamento do mal de Alzheimer. A estratégia conseguiu deter o processo de perda de funções do cérebro, na fase inicial da doença. Segundo o jornal O Globo, os pesquisadores conseguiram restabelecer a comunicação de sinais nervosos interrompida, restaurando, dessa forma, a memória. O alvo do estudo, realizado com animais, foram células do cérebro chamadas astrócitos, considerados secundários há alguns anos. No entanto, sem eles, as mensagens químicas que permitem o comando do organismo pelo cérebro não seriam enviadas. "O que descobrimos não significa a cura, mas uma estratégia para conter o avanço da doença. Também pode ser um indicador do Alzheimer, quando as perdas de função cognitiva ainda não são evidentes", afirmou a coordenadora do estudo, Flavia Alcântara Gomes, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ICB/UFRJ). Os pesquisadores pontuaram que o estudo é promissor, mas não reduz os problemas relacionados à falta de verbas para pesquisas científicas no Brasil. Flávia ressaltou que o estudo só foi possível com os fundos concedidos pela Faperj, o CNPq e a Capes. "Agora tudo isso está ameaçado. Estamos orgulhosos porque se trata de ciência 100% nacional, feita no Rio de Janeiro", disse.

Fonte BN

Nenhum comentário: